quarta-feira, 6 de junho de 2018

2017

no ano de 2017 eu não escrevi. e não li. mas criei filhos, cozinhei e não dormi. doei todo o meu tempo, e desliguei as palavras - pra ficar só o gesto, o barulho e o silêncio do léxico. 

nós

resistindo em estado de contigência: as plantas espontâneas e eu, a geminiana. nós, mães de outras. nós, que desbravamos o caminho sem a certeza do como, do passo e do resto. nós, num acontecimento épico, assistentes do solo que emoldura o gesto.


o começo

eu não sei por onde começar. então começo sem saber, começo pelo descomeço. tem gente que diz que eu já comecei, e eu também às vezes me digo isso. 

então eu ando pelo pátio, sobre as pedras do chão de mato. eu vou e eu volto. diversas vezes, sem calcular. e cada vez que volto, volto diferente. 

mas sem o começo.


(o meu andar está o tal começo: é só isso que hoje ele é. por ora, o único caminho). 

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

É

É muito calor envolvido.






E muito amor também. Neste dia em que eu te reli quase inteiro.

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

o deus sumério [ou: o deus está pronto]

- Se eu fosse um escultor, esculpiria aquele toco. Estou vendo nele o rosto de um deus sumério. 
- Pois eu, se fosse artista, exporia esse toco do jeito que ele está. Estou vendo o rosto do deus sumério. Perfeitamente. 



inços & aquilos ◄ : ela é uma pensadora

inços & aquilos ◄ : ela é uma pensadora:

pensa no mato sem cachorro, na morte da bezerra, na volta do bumerangue, na força estranha da formiga, na poeira que flutua invisível, na fumaça que sobe às barbas do vento, na circunferência da ervilha, no raio do ovo galado, na tonga da mironga, na desmatéria do ritmo. 

(e acha tudo à fudê).

para escrever

para escrever não se pode estar tão emocionada. 
o afeto distrai. nada para no lugar.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Julia

Sequestrou o meu coração e, depois, o meu cérebro. 
Escrever está difícil, porque (está) insuficiente.




Se por surpresa ou por feliz, não sei. Só sei que está.



sexta-feira, 9 de agosto de 2013

ando branda

Ando branda 
há muito.

Se bom ou ruim
só cabe a mim.


Fim.

Bom humor

Bom humor: não saia de casa sem ele, e sem ele não volte pra casa jamais. 



Porque só o humor salva. 
Porque sem humor não se encontra (nem) Jesus.