quarta-feira, 23 de novembro de 2011

dona Natureza

há muito tempo Natureza já preparava o golpe final de uma vingança estrategicamente elaborada. primeiro enfraqueceu o homem com a escassez: secas, queimadas e fome. depois cansou homem com a força de seus elementos: terremotos, maremotos, tsunamis, furacões, erupções vulcânicas, avalanches, temporais, vendavais. até que, enfim, decretou a invasão: trepadeiras sufocaram prédios e ruas, nasceram árvores entre os paralelepípedos, brotaram folhagens entre os tijolos, gramíneas entupiram ralos e bueiros. então tudo rachou e virou escombro. de longe só se vê o verde.      






  
Maria Sem-Vergonha, bar do Instituto de Artes da UFRGS, 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário